ATENÇÃO: Esta é uma página gerada automaticamente com base na sua pesquisa Google. Este site não disponibiliza links para downloads ilegais ou piratas.

charles bukowski livro you get so alone

Charles Bukowski tem frases e livros quentes
Charles Bukowski tem frases e livros quentes

Charles Bukowski tem frases e livros quentes

Henry Charles Bukowski Jr nasceu na Alemanha dia 16 de agosto de 1920. Suas obras com o perfil pessoal e totalmente coloquial, conquistou inúmeros fãs que buscavam uma obra na qual pudessem se identificar. Ao ler poemas, histórias e colunas do velho, tem uma oportunidade de se encontrar em inúmeras páginas do poeta.

Henry Charles Bukowski Jr nasceu na Alemanha dia 16 de agosto de 1920. Suas obras com o perfil pessoal e totalmente coloquial, conquistou inúmeros fãs que buscavam uma obra na qual pudessem se identificar. Ao ler poemas, histórias e colunas do velho, tem uma oportunidade de se encontrar em inúmeras páginas do poeta. O estilo que percorre nas escritas de Bukowski é totalmente autobiográficas, no entanto que tomam as coisas mais emocionantes e legais. Teve, como principais influências, Fiódor Dostoiévski, pelo pessimismo, e Ernest Hemingway, pelas frases curtas, jeito simples de escrever e pelo complexo de Édipo que rodeia Chinaski. Com o escritor russo, aprendeu a frase "Quem não quer matar seu pai". A cidade de Los Angeles foi a sua principal fonte de inspiração, tratando de histórias com temas simples, misturando, por exemplo, corridas de cavalo e música clássica. "O amor é uma espécie de preconceito. A gente ama o que precisa, ama o que faz sentir bem, ama o que é conveniente. Como pode dizer que ama uma pessoa quando há dez mil outras no mundo que você amaria mais se conhecesse? Mas a gente nunca conhece" Dono de um estilo de carácter extremante autobiográfico, Bukowski sonhou a vida inteira em ser reconhecido pelo seu trabalho como escritor. De estilo agressivo e inconformado e, na maioria das vezes, ébrio, sentava em sua máquina de escrever e, com uma sutileza surpreendente, deixava fluir seus pensamentos sem censura alguma. Livros de Charles Bukowski publicados no Brasil Romances Cartas na Rua. São Paulo: L&PM Editores, 2011 (edição original 1971) Factotum. São Paulo: L&PM Editores, 2007 (ed. original 1975) Mulheres. São Paulo: L&PM Editores, 2011 (ed. original 1978) Misto Quente. São Paulo: L&PM Editores, 2005 (ed. original 1982) Hollywood. Porto Alegre: L&PM Editores, 1990. (ed. original 1989) Pulp. Porto Alegre: L&PM Editores, 1995. (ed. original 1995) Contos, poesia, não ficção Crônica de um amor louco. Porto Alegre: L&PM Editores, 1984 Notas de um velho safado. Porto Alegre: L&PM Editores, 1985. Fabulário Geral do Delírio Cotidiano. Porto Alegre: L&PM Editores, 1986. Numa Fria. Porto Alegre: L&PM Editores, 1993. A mulher mais linda da cidade. Porto Alegre: L&PM Editores, 1997. (coletânea) O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio. Porto Alegre: L&PM Editores, 1999. Hino da Tormenta. Florianópolis: Spectro, 2003. Os 25 Melhores Poemas de Charles Bukowski. Rio de Janeiro: Bertrand, 2003. Tempo de voo para lugar algum. Florianópolis: Spectro, 2004. Essa loucura roubada que não desejo a ninguém a não ser a mim mesmo amém. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2005. Vida desalmada. Florianópolis: Spectro, 2006. O Amor é um Cão dos Diabos. Porto Alegre: L&PM Editores, 2007. Ao Sul de Lugar Nenhum - Histórias da Vida Subterrânea. Porto Alegre: L&PM Editores, 2008. Bukowski - Textos Autobiográficos. Porto Alegre: L&PM Editores, 2009 Pedaços de um caderno manchado de vinho. Porto Alegre: L&PM Editores, 2010 Amor é tudo que nós dissemos que não era. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012 As Pessoas Parecem Flores Finalmente. Porto Alegre: L&PM Editores, 2015 Maldito deus arrancando esses poemas da minha cabeça: 7Letras, 2015. Revista em quadrinhos N.York, 95 cents ao dia. Porto Alegre: L&PM Editores, 1984. Delírios Cotidianos. Porto Alegre: L&PM Editores, 2008.